Bibliografia



Neste livro emotivo e transformador Gustavo Santos, partilha um episódio dramático e decisivo da sua vida pessoal: a morte da avó. Mas este não é um livro sobre a morte. Fala da vida. Do caminho. E da oportunidade única que cada um de nós tem de traçar o seu, assim saibamos interpretar a alma. O de Gustavo Santos é feito de 16 passos, entre eles, aprender a aceitar os outros como são, saber perdoar, não viver dores que não são nossas, valorizar o amor verdadeiro e compreender os sinais que a vida nos dá. O caminho tem pedras, muros altos e muitas lágrimas, mas também está repleto de paixão, sonhos e muito amor. O desafio é este: põe-te a caminho e descobre o teu equilíbrio e a tua felicidade.


O desafio é este: para de pensar. Desliga o teu cérebro, liga o teu coração. Esquece a culpa, os ressentimentos,o que foi e poderia ter sido, põe de lado os bloqueios e as mentiras. Os medos e as expectativas. E sente, apenas. Difícil, não é?
Recordas alguma situação onde o tempo não te tenha limitado, pressionado nem apressado? Algum instante em que tenhas vivido na plenitude que só a paixão consegue auferir? Sentido o impacto da gratidão? Em que tenhas realmente vibrado? Aquele momento, curto ou longo, de gargalhadas ou até de tristeza, vivido em pleno, de forma apaixonada. Vivido em total liberdade. Como se não houvesse amanhã. Em que és tu na verdadeira acepção do teu ser. Não? Sabes o que isso significa? Que não vives o Agora. Que te esqueceste de ser. E que te perdeste de ti. O Agora é o teu passaporte para a felicidade.
Depois do enorme sucesso de "Arrisca-te a Viver", em 4ª edição, o coacher e apresentador de televisão Gustavo Santos faz-nos um convite irrecusável: Agarra o Agora. Tens coragem para isso? Para o agarrares com todas as tuas forças? Para te libertares dos fantasmas do passado, da raiva, para deixares de viver na expectativa, numa constante ansiedade em relação ao futuro, e agarrado às armadilhas de um presente que te prende, coarta os movimentos, anula os teus sentimentos e não te deixa voar?
Com mais de 150 perguntas, difíceis mas transformadoras, e 16 exercícios que te vão fazer reequacionar a forma como vives, este livro é uma ferramenta fundamental para começares a agarrar a tua vida.

                                  UM AGORA PODE MUDAR A TUA VIDA. ACREDITA!




Quando foi a última vez que arriscaste? Que disseste "não" alto e em bom som? Que saíste da tua zona de conforto, do sofá, da rotina doentia, dos padrões e moldes em que cresceste?
Que agiste, pegando sem medo nas rédeas da tua vida?
Muitas vezes parece que vivemos ao sabor da vida. Somos conduzidos pela sociedade e os seus preconceitos, pelos limites que nos impusemos a nós mesmos e pelo medo, pura invenção da nossa mente. Sem qualquer tipo de amor-próprio, estima ou confiança, regemo-nos por valores que não são nossos, por pessoas que nos sorriem e a quem permitimos tudo e mais alguma coisa, mas que são verdadeiramente tóxicas para a nossa vida.
Chega de viver assim, não achas? É tempo de mudar e o risco é a graça da vida. É aventura, é o desconhecido, é a busca e a mais valiosa oportunidade para cresceres e alcançares aquilo que julgavas inalcançável, mas que afinal estava aqui tão perto.
Para viveres a tua vida em pleno, precisas de arriscar. Para isso tens de agir, de te entregar ao "Agora", não te deixares influenciar pelos outros, pelas suas opiniões, críticas, pelos juízos de valor e entregares-te à vida com paixão.
O conhecido apresentador Gustavo Santos leva-te numa viagem transformadora ao longo destas páginas, convidando-te a mergulhar na tua vida, para te tornares feliz. Com mais de 100 poderosas perguntas que te vão fazer pensar e mudar a tua forma de viver e 11 exercícios que te vão mostrar que a vida pode ser muito mais do que aquilo que tu até agoras pensavas ser possível...

A VIDA É UM RISCO. SIM, MAS TUA ESTÁS PRONTO PARA VIVÊ-LA.








João é o filho mais velho de Jaime e Magali, portenha, amante de milongas. Em Sintra, onde vive com a família, João manifesta desde menino o gosto pela dança. O sonho de ser bailarino envergonha o pai, que gostaria de ver o filho seguir os seus passos e tornar-se engenheiro. Para a mãe, a vocação do filho é motivo de orgulho, uma extensão da sua própria paixão pelo tango. Como todos os sonhadores, João não tem a vida facilitada.Entre lutar pelo seu sonho ou abandoná-lo definitivamente, opta por ouvir o coração. E é quando o faz que descobre o verdadeiro amor ao lado de Íris, com quem cria uma relação de cumplicidade eterna.
Esta é uma história que ilustra a falta de entendimento e comunicação entre pais e filhos - o eterno conflito de gerações -, a distância entre as expectativas de uns e os desejos de outros e o poder do perdão na hora de acordar para a vida.
É um romance sobre a importância do "Agora" que ajuda a compreender como é fundamental viver o presente, sem adiar os sonhos nem o amor.
Em "A Dança da Vida", Gustavo Santos revela-se um escritor corajoso que explora, numa escrita acessível e dinâmica, a profundidade de muitas vidas, conduzindo o leitor entre a ação e o medo, o infortúnio e a redenção, com a perícia de um bailarino experiente.








A infância de Diogo parecia quase perfeita, mas o destino é um sábio mestre que insiste em colocar-nos à prova, obrigando-nos a amadurecer.
Naquele ano em que perdeu os pais, a mágoa e a dor apoderaram-se dos seus olhos.
O avô Santos, com as feridas causadas pela morte do filho, da nora e da mulher que o acompanhou toda a vida ainda por sarar, tem de arranjar forças para criar aquele menino, e juntos procurarão começar de novo.
É com grande sabedoria que este avô, acompanhado pelo cão da família, o esfusiante Meia-Leca, ensina ao neto os prazeres da vida, mas também as suas privações. Em rituais como a "Celebracão", onde os três membros da família se juntam ao domingo em frente à lareira após saborosas refeições, são transmitidos a Diogo, por entre histórias e contos, os ensinamentos de uma longa vida, mesmo que ele nem sempre os entenda.
Acompanhamos a adolescência, as traquinices de Diogo e dos seus três melhores amigos, o primeiro beijo, o primeiro desejo sexual, o primeiro grande amor...
No fundo do seu coração, nunca esqueceria aquele verão, mas a realidade, tentadora, mergulhou os sonhos de então no baú das boas lembranças e encaminhou-o num labirinto de amores e desamores, alegrias e frustrações, provando-lhe que para ser merecedor de voltar a rir e amar é preciso vencer a luta quen existe em si mesmo e crescer.
Num apelo constante ao Amor, "Os Laços que nos Unem" é um romance emocionante, humorado e terno, que prende da primeira à última página e que destaca a simplicidade das múltiplas facetas de amar, onde tudo se cruza sob um único denominador comum, a entrega.








Este meu primeiro livro é o resultado de uma longa viagem interior, iniciada há vários anos. Uma longa caminhada espiritual, em que apenas faço a experiência de tentar ser feliz, sem me faltar ao respeito como ser humano.
Nesse caminho, deparei-me com desequilíbrios e conflitos, reaprendendo diariamente que a base de todo o nosso equilíbrio mora no nosso interior. Tudo depende de nós. Aquilo que desejamos nas nossas vidas  pode ser criado por nós. Basta para isso que o façamos com Amor, Fé e Aceitação.
Todos os dias penso ou escrevo sobre o Amor. Sou um homem apaixonado pela mais pequena coisa. Tudo tem a sua essência. Já pensou nisso? Já pensou que a beleza de tudo o que o rodeia pode estar dentro de si?
Vivo para ser feliz e poder tocar nos outros com a minha felicidade. Este livro é o primeiro agradecimento que faço ao universo.
Existem poucas pessoas que afirmam com convicção, "Sim, sou feliz!". A grande maioria diz que o são momentaneamente. Esta insatisfação generalizada, leva-me a pensar que temos medo de ser felizes, que temos medo de abandonar tudo o que construímos e voltar a nascer.
"Carta Branca" mostra que a felicidade está à distância de um papel e uma caneta.
O desejo mais profundo do meu coração, é que este livro o faça sentir merecedor de tudo o que de melhor a vida pode oferecer.

5 comentários:

  1. Fiquei agradavelmente surpreendida com o seu livro" Agarra o Agora". Foi ainda o único que me escolheu há poucos dias.

    Muito obrigada por disponibilzar de forma tão apaixonada toda a sua verdade, toda a sua sabedoria. é muito contagiante.

    No meu estádio actual de vida, a falta de paixão é o grande obstáculo que me impede de terminar e realizar coisas que me fazem tão bem. É bom estar a ler o seu livro.Veio no momento certo.

    Muito obrigada mais uma vez por existir, me ajudar a mim e a tanta gente a mudar de olhar sobre si, os outros, sobre a vida...

    Talvez um dia nos encontremos é sempre uma grande alegria conhecermos que há mais uma alma grande para conhecer.

    Acredite, que muitas vezes, quando sinto tanta vontade de "partir", faz-me bem sentir que nesta grande confusão do vale tudo, ainda vale a pena cá estar, só porque ainda cá estão tantas almas maravilhosas a trabalhar connosco por nós e para nós. Seja em que contexto for que nos passem a mensagem.Seja em que lugar estiverem na malha da vida, neste tecido vivo e sempre a mudar e com novas cores e matizes.

    Com Amor

    NS






    ResponderEliminar
  2. Olá Gustavo, fiquei impressionado por saber que em Portugal existem pessoas que se dedicam à evolução pessoal e espiritual, já conhecia o Anthony Robbins, o Eckart Tolle, mas nunca há exeção do Pedro Constantino tinha visto em Portugal alguém assim. fico muito grato por seres quem és e inspirares milhares de pessoas, estou a começar esse meu caminho de evolução e pra mim foi um prazer ter descoberto o Gustavo.

    Eu tenho um modesto blog e uma modesta revista que está a crescer aos poucos, eu gostava de fazer-te uma entrevista será que isso é possível?

    ResponderEliminar
  3. A minha apreciação:
    http://poeiraresidual.blogspot.pt/2014/08/carta-branca-gustavo-santos.html
    Continuação de um bom trabalho.

    ResponderEliminar
  4. Boa noite
    As suas palavras teem-me inspirado muito e ajudado em momentos difíceis, sigo a sua página no facebook, gostaria muito de puder conversar ou me escrever consigo. Estou neste momento a escrever um livro adorava conversar consigo sobre ele e talvez me dar um conselho sobre como poderei publicá-lo. O meu contacto é: dnora.arq@gmail.com ou https://www.facebook.com/Dinora Vasconcelos.
    Muito obrigada pela sua atenção.
    Que possa continuar a ser sempre uma inspiração e uma ajuda com as suas palavras , um abraço.

    Cumprimentos ;
    Dinora Vasconcelos

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde Gustavo, quando estará agendado um workshop na ilha da Madeira? Com toda a certeza k muitas pessoas estariam interessadas em ouvir e interiorizar o seu ponto de vista k simplifica o que nós diariamente complicamos... Aguardo um feedback da sua parte...
    Sara Teixeira

    ResponderEliminar