quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

70% (ALIMENTAÇÃO) + 30% (TREINO) = 100% (MENTE)




Há cerca de dois meses, e como é característico em mim, escolhi abandonar a minha zona de conforto. Sentia uma enorme necessidade de me voltar a superar, de me expor perante enormes desafios e de trabalhar a minha mente, potenciando-a, por forma a poder contar com ela durante o processo e para sempre. Assim foi e desta feita desafiei-me no que à alimentação e ao treino diz respeito. Defini um objetivo exigente, mas altamente motivador, e entrei em ação. O resultado, passados quase sessenta dias, não podia ser melhor.
É incrível a força que vive num objetivo bem definido.
É incrível a força que vive num ser humano que sabe o que quer.
De um dia para o outro alterei todos os meus hábitos alimentares, a ver:
- Pão, Massas e Bolachas (comia todos os dias – não como há dois meses)
- Doces (comia com alguma frequência – comi apenas uma vez durante o processo)
- Leite e Derivados (comia todos os dias – não como há dois meses)
- Água (bebia 0.5L por dia – bebo 2.5L por dia)
- Álcool (ocasionalmente – não bebo há dois meses)
Durante o processo aprendi a substituir parte do que comia por escolhas mais saudáveis. Hoje faço uma alimentação hiperproteica (suplementação incluída), só ingero gordura boa como azeite e óleo de linho, reforcei o pequeno-almoço com nutrientes realmente preponderantes, ao contrário do comum galão e tosta, e tomei especial atenção às minhas escolhas de jantar, pois a partir das 18h não como hidratos de carbono como arroz, massa e batata. Como bastantes verduras e religiosamente, ou quase, de duas horas e meia em duas horas e meia.
É de salientar que apesar de sempre ter tido uma alimentação equilibrada, sem abusos de nenhuma ordem, o que escolhi fazer de um dia para o outro estava totalmente fora do que alguma vez tinha experimentado. Superei-me.
No treino, o mesmo desafio. Habituara-me a treinar de uma determinada forma, em determinados dias e, quase sempre, com pouca vontade. E porquê? Porque, como em tudo na vida, não há paixão na habituação. Hoje treino de uma forma ousada e exigente, vou até ao falho muscular e puxo por mim como nunca. A paixão aliada a um desejo forte tem destas coisas. Hoje dói-me o corpo em todos os treinos e eu gosto cada vez mais de treinar. Sabes porquê? Porque me sinto. Já não me sentia nesta matéria há muito tempo.
Agora, mas será que a alimentação e o treino nas suas respectivas percentagens são suficientes para a mudança? Sim, se ao teu lado estiver uma mente bem calibrada, capaz de te focar no que é importante e potenciar no momento certo. É fácil isso acontecer? Não, não é.
Muitas vezes, nomeadamente ao início, fui tentado por ela a voltar a comer isto ou aquilo, a não ir até à última das minhas forças no treino. A mente é perversa, mas eu, através da experiência que tenho ganho nos anos em que a venho treinando, colava imediatamente uma imagem forte por cima daqueles pensamentos, entrava logo em ação e desarmava-a. Hoje já caminha comigo. Já vê bolos, pizzas e afins e não me manipula, já sabe que quando o músculo começa a ferver não é sinal obrigatório de paragem, já me conhece e sabe quem manda em quem.
Em suma, tornei-me mais saudável, mais forte, mais convicto de todas as minhas potencialidades e mais consciente, muito mais consciente, do enorme poder que vive em mim, seja nesta área ou noutra qualquer.
Se eu consigo, tu também consegues.
Basta quereres tanto como eu.  

18 comentários:

  1. Parabens pela força e determinação,é possivel saber que alimentos foram sustituidos pelo leite/derivados,pão etc... ou se for o caso que nutricionista o acompanho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde!
      Essencialmente retirei os farináceos porque me causavam indisposição e troquei o leite pela soja porque a lactose inchava-me. Mas atenção, ainda que possa fazer sentido, este é o meu caso específico. Não pretendo, de forma alguma, que as minhas escolhas sejam entendidas como caminhos a seguir. Cada organismo é um organismo. Para lhe explicar, o meu pequeno-almoço, por ser uma das refeições mais importantes do dia, é arroz com atum ou peito de frango e legumes.
      Força no teu objetivo.
      É possível!

      Eliminar
  2. ...está numa excelente força física! Os meus parabéns pela força e determinação dos seus objectivos.
    O meu caso também é semelhante ao seu pois pretendo desenvolver a minha massa muscular, +/- 6kg, e estou a ter alguma dificuldade. A razão deve-se ao facto de não estar a conseguir seleccionar os melhores produtos alimentares na minha dieta. Para além dos conselhos que deu acima existe alguma dieta que nos possa dar a conhecer.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  3. Parabéns Gustavo , os resultados estão á vista , eu continuo o meu treino ...como sempre com vontade em alcançar mais , no entanto, ás vezes esta vontade prega me partidas , há dias em que não me consigo imaginar sequer a conduzir até ao ginásio ... dou mil e uma desculpas , desde noites mal dormidas , amanhã é que é ... a alimentação é outra coisa que tento manter equilibrada , e como tudo na vida , é difícil ... chego a conseguir durante semanas , mas por alguma razão quebro a rotina e a motivação desaparece num piscar de olhos ... mas pronto ... um dia de cada vez ... uma vez mais Parabéns , gosto de ler o que te vai na alma .. continua , bj Elsa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Elsa!
      Essa quebra na motivação deve-se à ausência de um objetivo bem definido no que ao treino/alimentação diz respeito!
      O que queres alcançar? Qual é a tua meta?
      Quando tiveres uma resposta conclusiva a qualquer uma destas questões, terás um objetivo altamente motivador. Terás, depois, de definir a sua respectiva estratégia e entrar em ação!! Agora!!
      Beijo

      Eliminar
  4. Boa noite Gustavo ,
    Obrigada pela tua resposta , na realidade , eu tenho um objectivo , e está bem definido , pelo menos sei realmente qual é , .. voltar a sentir me em plena forma física, (a mesma forma física de antes de ter desistido de um sonho ... ) Sonho , que me levou a parar durante algum / bastante tempo ...tempo demais ...!!!
    Obrigada pela força, Beijinho e Boa noite !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Allo de novo!
      "Voltar a sentir-me em plena forma física" não significa que esteja bem definido, ou seja, é pouco específico e um dos requisitos para um objetivo estar bem definido passa, precisamente, por essa especificidade. O que é a forma física? É vago, certo?
      Outro ponto de vista,e muito mais específico, por exemplo:
      - Queres atingir que percentagem de massa gorda?
      - Queres ganhar ou perder quanto peso?
      - Queres priveligiar que parte do teu corpo? Quem te pode acompanhar durante o processo?
      - Qual a data para isso acontecer?
      Estes pequenos exemplos têm muito mais força para te agarrar ao objetivo do que a frase que me escreveste. E depois:
      - A fazer que tipo de treino?
      - Quantas vezes por semana?
      - Qual o plano B para quando não puder ir ao ginásio?
      E por aí adiante!
      A motivação existe sempre que sabemos o que vamos ganhar...

      Eliminar
  5. Bem , vendo as coisas do teu ponto de vista , acho que tens toda a razão , o meu objectivo torna se em algo um pouco vago ...
    Não pretendo perder peso , apenas ganhar massa muscular ... Em todas as partes do corpo em geral .. mas mais especificamente , pernas e abdominais ... este ultimo , mais destacado , visto ter passado por duas cirurgias...
    Datas para atingir os meus objectivos , seria o mais rápido possível ... ( quando penso nisto , dá me vontade de rir .... ) será isto mesmo possível ..
    Treino ... sigo o que me indicaram , apesar de agora não o estar a seguir na integra .. tornei me um pouco rebelde a treinos pré- estabelecidos ..
    O numero de vezes que vou treinar durante a semana , é sempre muito relativo , tento ir todos os dias , ou pelo menos de 2 em 2 dias ... mas nem sempre consigo cumprir ..
    Plano B - não tenho ...
    Motivação .. é assim .. depende dos dias ... como eu queria , estar motivada todos os dias do ano .. e pensar que eu já o fui antes ...
    Bj

    ResponderEliminar
  6. Boa noite,
    Concordo bastante com o que escreveu.. Mas há algo com o qual tenho grande dificuldade em lidar - toda a parte social! Como lida com as alterações alimentares em ocasiões familiares, fins de semana com os amigos? Esse e' mesmo o Meu desafio! Se de 2a a 5a faço uma semana com alimentação e hábitos equilibrados, ginásio diário, etc.. A partir de 6a a' noite é o caos, e sinto imenso no meu corpo, mas realmente não consigo manter.. o tempo do ginásio é substituído, a alimentação é mais descontraída e não consigo mesmo impor a minha vontade.

    Muito obrigada,
    Pipa*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Pipa!
      Em primeiro lugar, parabéns por conseguires equilibrar a tua alimentação, logo a tua saúde física e emocional, durante quatro dias por semana. Não sei se te valorizas nesse sentido, mas sugiro que o faças. Depois, é fundamental perceber que somos nós os responsáveis pelos nossos hábitos alimentares seja durante a semana ou no fim de semana. O que te quero dizer é que podes ter um almoço/jantar de família e pedir que façam algo especial para ti ou, noutro caso, levares tu feito de casa, pois o que interessa nesses eventos é o convívio e não o que se come. Eu andava e ando sempre com a marmita atrás, nomeadamente brócolos e afins. Por último, garantir-te do seguinte: se tiveres um objetivo bem definido e que se identifique com os teus valores nada nem ninguém conseguirá desviar-te daquilo que queres. Tens? Sabes que peso queres atingir? Que percentagem de massa gorda pretendes? Até quando? E sim, podes dar-te ao luxo de te estragares um dia inteiro, comendo toda a porcaria que te apeteceu durante a semana toda.
      Bons treinos e uma dieta feliz.

      Eliminar
  7. ola...alem do mais queria dar te os parabens pela dedicaçao e esforço que tens feito.
    queria perguntar como sao os treinos??
    Muito obrigado
    comprimentos

    ResponderEliminar
  8. Bom dia!
    Toda a informação na revista Men´s Health de Junho, assim como no vídeo que será publicado sobre a mesma na Men´s Health TV.
    Abraço e bons treinos.

    ResponderEliminar
  9. Ola!

    Parabéns Gustavo pelo que conseguiste alcançar!
    Tudo o que tens dito nas entrevistas (revista/vídeo)tem servido de inspiração, estou na lutar pelo mesmo objectivo secar tanto quanto tu tenho 10 meses de gym sem nunca faltar, só a duas semanas que comecei a secar! Meu objectivo é ficar como tu, pois tenho um corpo mt semelhante ao teu... Se possível gostava de saber as medidas que tens?

    Massa gorda tem 8,8% vi na revista mas quanto ao resto não há mais informações. Será que podes partilhar a medida do bicept fletido peito e abdominal?

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Olá gustavo sou comprador da revista men´s health e gostei muito da tua entrevista e vi que que és como eu quando tens um objectivo é para levar a sério eu também faço ginásio falando bem só comecei á um mês mas já tenho o meu objectivo bem defenido aumentar a massa muscular especialmente na parte de cima(tronco), e já vi que respondes aos teus seguidores e eu apartir de hoje sou tambem teu seguidor na net um abraço até á proxima.

    ResponderEliminar
  11. Antes de mais parabéns, Gustavo, pela inspiração que és para muitos, para aqueles que pensam sempre em arriscar mas que nunca o faziam e agora fazem-no...Sei bem o que é sair da zona de conforto, sair dos padrões normais "familiares", é difícil, muitas vezes sentimo-nos sozinhos e a questionar se tudo valerá a pena, no entanto, julgo que no final a recompensa é deveras gratificante..Por vezes nem sempre vemos logo o que ganhamos com todas as mudanças que empreendemos na nossa vida, mas a seu tempo, a vida encarrega-se de nos mostrar o lado bom dessas mudanças.
    Parabens...
    P.S: Seria demasiado pedir-te que tipo de treino e alimentação seguiste que te permitiram obter esses fabulosos resultados que conseguiste a nível físico? Depois de ver o teu video, fiquei tão fascinado com as notórias mudanças que tu conseguiste, que pensei: se ele consegue porque não hei-de eu conseguir!???Daí a inscrever-me num ginásio foi um pulinho...e já agora em quanto tempo conseguiste essas mudanças?
    De qualquer maneira parabéns..Abraço....meu e-mail: ffcanario@sapo.pt

    ResponderEliminar
  12. Grande qualidade, vizinho! Parabéns pelo esforço e dedicação. Qual é o seu tipo de alimentação? Abraço

    ResponderEliminar
  13. Leio todos estes comentários e identifico-me com todos eles. Também quero ganhar massa muscular, perder peso, aprender bons hábitos alimentares e tudo isto o mais rápido possível. Mas falta-me vontade e apoio a todos os níveis. Fico mesmo a ficar desesperada ao ponto de comer sem parar para acalmar os animos e depois fico ainda mais frustrada. Todos os dias começo a dieta e nunca acabo um dia sem dizer, consegui. Isto pq os dias são de muito esforço físico e psicológico e chego a casa sem vontade para fazer nada e como tudo o que está a frente. Vou umas vezes ao ginásio, quando vou, vou cheia de garra, mas parece que tenho um cão grande atrás de mim que me arrasta para casa e me diz "Amanhã vais". Coisa que não tem acontecido, não tenho ido.
    Entretanto, andava com umas dores nas costas e descobri que tenho um quisto no sacro e que não devo por enquanto fazer esforços. E agora o que faço??? Que treinos posso fazer?
    Já li imensas coisas sobre tudo e mesmo assim não sei o que fazer.
    O que comer?
    Que treinos fazer para emagrecer? (dado que quando começo a treinar, engordo logo uns 4 quilos e ai deixo logo de ir ao ginásio)
    Enfim...
    Uma variadíssima lista de questões que já foram feitas, mas que não tenho ajuda para resolver tudo, nem as respostas adequadas para as resolver.

    Gustavo muitos parabéns pelos teus objetivos, espero conseguir me inspirar e fazer o que fazes?!

    ResponderEliminar