domingo, 6 de janeiro de 2013

TU ÉS CAPAZ!


Qualquer dia que comece sem um objetivo, está, à partida, condenado ao “era melhor, não ter saído da cama”, como tal, torna-se fundamental saberes o que queres, o que tens e o que podes fazer sempre que o sol nasce. Um simples objetivo é, na realidade, suficiente para te motivar a viver todo o dia que tens pela frente, pois aniquila todo e qualquer sentimento de inutilidade, ansiedade e frustração que possas estar a viver. Tão simples e ao mesmo tempo tão complicado. Tão complicado porque sei, por experiência própria e pelo que oiço nas minhas sessões e palestras, que nem sempre é fácil ter, nem que seja apenas um, um objetivo diário. Ou melhor, muitas das vezes, até os temos, mas como estamos desprovidos de estratégia, a ação nunca ocorre. Mas vamos por partes, um objetivo é algo nato, pois ainda que de uma forma inconsciente o objetivo de cada bebé, por exemplo, é tornar-se autónomo, gatinhando primeiro, agarrando-se às coisas depois até, finalmente, começar a andar. Esta sensação de querermos sempre mais ou melhor é algo que nasce connosco e que apenas deixa de fazer sentido quando o estado emocional da pessoa é tão depressivo que se opta por desistir. Ter objetivos é como ter fome e comer, ou seja, é ter fome de vida e viver. Normalmente, um objetivo é algo que está sempre à mão, podendo ser o início de uma viragem de cento e oitenta graus ou, simplesmente, a materialização de algo que se deseja fazer, mas atenção, todo e qualquer objetivo tem de ser, estritamente, pessoal, ou seja, nunca poderás definir como um objetivo teu o desejo que alguém seja feliz, encontre a pessoa certa ou tenha toda a sorte do mundo. E depois existe esta vantagem maravilhosa, é que os objetivos não são esquisitos, eles deixam-se definir mesmo que não saibas quem és, sendo infeliz ou completamente ausente de todo e qualquer conhecimento sobre a paixão. O único requisito que essa formulação requer, é fazer parte de uma lista de intenções tuas.

2 comentários:

  1. “Decidi não esperar as oportunidades e sim, buscá-las. Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.”

    (Walt Disney)

    ResponderEliminar
  2. Quero mesmo agir, mas tenho algumas situações que me impedem. Não são impossíveis, bem dizes! A coragem de tomar determinadas decisões trava-me os passos... também não tenho a certeza de serem os mais corretos! Que parvoíce, estou sempre à espera que me digam o que é certo ou errado...mas a verdade é que é difícil encontrar-me. Comprei o livro " Arrisca-te a Viver", ainda não comecei, mas sei que vai ser um começo de uma nova vida.

    ResponderEliminar