domingo, 16 de dezembro de 2012

GRATIDÃO (10)




"Olá Gustavo,

Não podia deixar passar sem te dar os parabéns pelo teu trabalho e dizer-te que adorei conhecer-te e que foi um privilégio ter partilhado este dia contigo. Tens uma energia óptima e contagiante, foste sem dúvida uma agradável surpresa que espero continuar a descobrir com a leitura dos teus livros.

Sempre achei que tudo na minha vida tem uma razão de ser e hoje tive mais uma prova disso, este workshop não poderia ter aparecido noutra altura porque era agora que fazia todo o sentido.

Permite-me que partilhe contigo dois textos escritos por mim recentemente...

"Sinto-me uma fraude...
Não consigo ver em mim aquilo que os outros dizem ver, não consigo ser aquilo aquilo que todos dizem que sou.  Dizem que me admiram porque sou forte, sou corajosa,  que sou um exemplo, todos vêem coisas que eu não consigo ver, todos acham que sou aquilo que eu acho que não consigo ser... Onde está essa pessoa?
Sinto-me num beco sem saída, sei que não estou bem mas não sei o que fazer, não sei que caminho quero seguir  e não tenho força para seguir em frente. Sei onde não quero estar, sei o que não quero fazer mas não sei como agir, não sei como contrariar o que sinto, não sei como dar o primeiro passo nem tão  pouco sei qual será o primeiro passo. Sinto-me a quebrar, sinto-me sem forças  e por mais que tente, por mais que procure não encontro em mim a força, a garra, não encontro em mim a pessoa que todos vêem e que eu própria já vi algumas vezes... Preciso desesperadamente de encontrar algo a que me agarrar, preciso de algo que me dê força para avançar e não me deixe desistir porque neste momento só me apetece parar, baixar os braços  e parar.
Preciso de me reencontrar... preciso de voltar a ser eu porque neste momento não sei quem sou e não me reconheço..."   - 02/11/2012

Hoje deste-me o maior abanão dos últimos tempos e agradeço-te por isso, hoje graças a ti voltei a focar-me e fui reler o que tinha escrito à quatro meses atrás e percebi que me estava a desviar do caminho correcto e a perder o que já tinha conquistado.

"Comecei a escrever numa altura bastante complicada da minha vida... nos piores momentos fazia-me bem escrever, ajudava a esclarecer e a por as ideias em ordem. Não o tenho feito nos últimos tempos porque me tenho sentido muito melhor e acredito que a fase pior já passou... felizmente.
Já consigo olhar para tudo o que aconteceu com o distanciamento necessário para que as coisas não me façam sofrer.
Muitas coisas aconteceram, não foi um fase nada fácil, foi doloroso, foi complicado lidar com todas as situações e gerir emocionalmente tudo o que se passou e tudo o que vivi. Sofri, chorei, neguei, questionei... mas o importante é que consegui... e sinto-me mais forte a cada dia.
Estou orgulhosa de mim própria... houve alturas em que achei que não seria capaz, achei que não teria estrutura para lidar, ultrapassar e seguir em frente.
Estes últimos meses foram difíceis mas ao mesmo e de certa forma também foram gratificantes... aprendi e descobri coisas em mim que desconhecia...hoje conheço-me melhor e valorizo-me muito mais do que antes.
Sinto-me orgulhosa... por me ter mantido fiel a mim mesma, por nunca ter perdido a minha essência, por ter crescido e por ter sido capaz de me fortalecer, por ter dado a volta por cima.
A mensagem de hoje é um pouco em jeito de virar de página, sei que tenho que continuar a percorrer este caminho e que com pequenas conquistas vou atingir grandes vitórias...
Não posso garantir que não volto a escrever sobre o assunto, não posso dizer que isto não me voltará a afectar... não posso, porque não sei o dia de amanha... mas tenho a certeza que aconteça o que acontecer não voltará a ser igual, não voltará a ter o mesmo impacto porque eu também já não estou igual..."  - 01/08/2012

Não faço ideia se algum dia terei oportunidade e o privilégio de estar contigo novamente mas mesmo que isso não aconteça nunca vou esquecer este dia nem o impacto que as tuas palavras tiveram em mim, pois como tu mesmo dizes não é milagroso mas é transformador, bem humorado, agitador e assertivo.

Muito Obrigada"

Fátima

1 comentário:

  1. Obrigada Fátima pela partilha. A presença de esta e outras "histórias reais" são o eco de um trabalho interno imensurável , sustentado pelo acreditar ,pela paixão,pela fé ,pela força que, de uma forma elevada e genuína nos é transmitida e nos impulsiona.Basta querermos!! Entregues e crentes vamos seguindo o caminho ,sem hesitar, com a perceção de que se pode "Ser Feliz" com tão pouco mas... que significa "tanto e tudo" .

    Obrigada Gustavo porque "abriste o caminho" ..."estás sempre" ... "empurras" ..."amas incondicionalmente"...

    Tudo o que dás, a ti retorna
    Beijo na alma
    Bem hajas !!!!



    ResponderEliminar