sexta-feira, 21 de setembro de 2012

GRATIDÃO (4)


Boa tarde Gustavo.
Inspirado pelas suas palavras e pela forma como me sensibilizam, deixei fluir em mim o sentimento que me transmitiram e, sendo eu apenas um cabo raso dessas mesmas palavras, escrevi este poema de que me orgulho muito.
Obrigado pela inspiração. Espero que aprecie.
Bem Haja.

"Arrisca-te a viver,
num otimismo em estado líquido,
que te ajude a saborear,
o que realmente sentes que significas.
E nessa profunda vontade de viver,
liberta-te desse sentimento obstruído,
e prepara-te para tua vida controlar,
acreditando no que para ti planificas.

Arrisca-te a viver,
Desafia a tua trepidez.
Não tenhas medo de arriscar,
Por que acabas por perder,
de pelo menos por uma vez,
a possibilidade de acertar.

Arrisca-te a viver.
Aprende a não desistir.
Faz por, a dádiva da vida, merecer
a honra de quem soube persistir.

Arrisca-te a viver,
e nunca te esqueças desse presente agradecer.
Arrisca-te, simplesmente, a viver."


Nuno Freitas

Sem comentários:

Enviar um comentário