sexta-feira, 21 de setembro de 2012

GRATIDÃO (1)


"Olá meu querido Gustavo,

não sabia que as tuas frases diárias tinham sido um objetivo, que seriam apenas e só 365 dias. Fico com pena.

Desde que fui ao teu workshop, que fazes parte da minha vida diá...
ria. Gostava de te ler, mas não sentia aquela ânsia de ir a correr logo que acordasse para ir ver algo que tivesses posto no Facebook.

Não! Tu até sabes que eu nem era muito adepta do FB.

Foste tu que me deste as ferramentas - eu própria -, para que eu visse dentro de mim como poderia ser mais feliz, como poderia mudar a minha vida para melhor.

Ainda não o sou completamente, oh! ainda estou muito longe disso, ainda tenho um longo caminho a percorrer, pois sabes, que me alertaste com demasiada informação que eu tenho dentro de mim e que tenho que gerir.

Mas eu chego lá. Agora, mais do que nunca, tento viver um dia de cada vez, intensamente(ainda difícil), faço e digo o que quero e como quero, o que mereço e eu consigo. Vivo o AGORA.

Deste-me a conhecer um grupo maravilhoso em que todos os dias aprendemos umas com as outras. São todas elas, pessoas maravilhosas. Diferentes e únicas. Temos caminhado juntas, como sabes, devagarinho mas temos conseguido.

Não sou ainda Feliz completamente. Ainda tenho que mudar muito a minha atitude em relação a muitos pormenores na minha vida. Mas, estou, sinto-me, cada dia mais leve, mais um bocadinho feliz, por me teres ensinado tanto. Ser-te-ei eternamente grata por isso. Porque mereces.

Vou confessar-te, foste e és tão importante para mim, que desde Maio, resolvi reservar, um caderninho diário que quase sempre anda comigo, onde escrevi as tuas frases diárias do Facebook e outros histórias sobre os teus livros. No fundo, foi uma espécie de guia diário.

Quando vou trabalhar, no trajeto, quando sinto necessidade de algo mais do que ler o meu livro, ouvir a minha música ou simplesmente ver a paisagem que já vi vezes sem conta ou mesmo quando vou a outro lado qualquer, é esse pequeno caderno que releio o que escreveste e penso e me questiono mais profundamente.

E sabes, nesses dias, que acordo mais em baixo, esse caderninho faz milagres.

Espero que não te importes, um dia combinamos e mostro-te e já agora podes autografá-lo também.

Poderia, ainda aqui, enumerar-te coisas que já consegui ultrapassar, mas basta o facto de saberes que eu Consegui, que sei que ficas feliz por mim.

Eu sou feliz por te ter como Amigo, por tudo o que me ensinaste e que ainda me virás a ensinar. Sim! Porque eu quero mais.

Quero que continues a inspirar pessoas. Seja lá através do que for. Os teus livros são ensinamentos.

Eu já te conhecia através deles, mesmo antes do "Arrisca-te". Portanto, continua essa tua paixão que te completa e que fazes tão bem. Mereces.

És um Senhor. És um Homem de H grande. Que Deus te abençoe e te guie nessa tua linda missão.

Vou continuar a seguir o teu trabalho. Vou chatear-te um pouquinho, de vez em quando. Vou pedir-te para te ver, para bebermos um café.

Enfim, no fundo, para te dar e sentir , apenas e só, um Grande Abraço,

Espero que não te importes.

Não te maço mais, que tenhas tudo de bom na vida, principalmente saúde e continua assim, porque és único.

Fico a aguardar os teus próximos livros, workshops, …. E quem sabe se gostas da ideia de escreveres um espécie de caderninho diário, como o meu, só que muito melhor!

Fica Bem.

Beijinhos Grandes de Paz."

Ana Paula

Sem comentários:

Enviar um comentário