sexta-feira, 21 de setembro de 2012

AS MALDITAS TOURADAS

Foi agastante, frustrante e decepcionante assistir "ontem" ao péssimo serviço que a RTP prestou ao país. Transmitir, e uma vez mais, uma tourada em prime time é dizer às pessoas que podem continuar a fazer mal aos animais e que tal e horrendo trato ainda se pode designar de espectáculo ou entretenimento das massas. Tourada não é arte nem cultura, é tortura. Faz-me lembrar os anos da total inconsciência em que as pessoas iam aos coliseus para ver a morte. Já não estamos no tempo dos gladiadores meus senhores, estamos numa era de afectos e é por isso que, pela escolha que fizeram, não vos posso chamar de outra coisa senão de incompetentes. É preciso inspirar as pessoas com mensagens positivas e atitudes nobres, não com chacinas ao vivo e aplausos pela dor. É preciso dar-lhes amor e não provocar este asco que, certamente, não fui o único a sentir. Se têm um canal para fazê-lo, façam-no sempre. É o vosso papel, é a vossa missão. Há gente com muito menos exposição a fazer muito mais pela humanidade que vocês. E para que conste, não chegam aos calcanhares de um animal destes. Seria interessante ver a vossa reacção enquanto vos fazem de parvos em cima de belos cavalos e a espetar umas farpas valentes pelos vossos tecidos abaixo, seria interessante perceber se não se mijavam de medo, seria interessante saber se ainda investiam e lutavam pela própria vida. Seria interessante que se deixassem de touradas e se tornassem homens na verdadeira acepção da palavra. Mas esta é apenas a minha opinião.

Sem comentários:

Enviar um comentário